Área Restrita

A FUNJAPE oferece aos seus parceiros um serviço exclusivo para a disponibilização de documentos e informações específicas via Internet. Para acessar a área desejada, utilize a opção ao lado.

Intranet



       área restrita    

Notícias   >   Voltar

 O câncer é uma doença que atinge cada ‘pedacinho’ da vida de um paciente. O impacto do diagnóstico, as novas demandas do dia-a-dia, as dores e outros inconvenientes do tratamento. Corpo e mente experimentam desconhecidas e imprevisíveis sensações e, muitas vezes, tiram do paciente a possibilidade de exercer controle sobre si mesmo.

Aceitar os novos limites e buscar maneiras de ter bem estar físico e emocional dentro das condições que a doença impõe, são medidas importantes para ter qualidade de vida durante o tratamento.

Amor e amparo da família e dos amigos, relacionamento de confiança com a equipe médica, alimentação balanceada, informação qualificada, pratica de atividades físicas e de relaxamento mental são, entre outras, orientações que o Instituto Oncoguia sugere a todos os pacientes.

O Yoga, que em suas várias definições preconiza a busca interna pelo bem estar físico, emocional e espiritual do indivíduo pode, e muito, interferir positivamente na vida do paciente!

Para a instrutora de Yoga da True Love Yoga (Florianópolis/SC), Miila Dezert, quase todos os braços da filosofia milenar podem beneficiar uma pessoa em tratamento para o câncer. "A concentração (Pranayama), a postura (àsanas), a meditação. Os benefícios da prática, do corpo relaxado e tranquilo e da mente silenciosa, já foram estudados em todo o mundo.”, comenta.

Estudo

A ciência há tempos estuda a relação entre o Yoga à saúde do organismo, e o câncer já foi objeto de alguns ensaios.

Pesquisa realizada pelo MD Anderson Cancer Center (uma das principais referências mundiais no tratamento do câncer) em 2011, com portadoras de que câncer de mama, mostrou que a prática do Yoga, além de reduzir os níveis de cortisol (hormônios do estresse), promoveu a melhora no funcionamento do organismo das mulheres como um todo. Aumentou a capacidade de executar as tarefas do dia-a-dia, reduziu o cansaço e fez com que elas ‘encarassem’ a doença com menos sofrimento.

Ainda, segundo o estudo, a prática do Yoga estimulou a produção de um neurotransmissor conhecido como GABA, que está ligado à depressão e outros transtornos de ansiedade, quando em baixos níveis.

Yoga Restaurativo

Miila sugere às pessoas em tratamento para o câncer o Yoga Restaurativo, que tem como objetivo a manutenção ou recuperação da saúde, enfocando a eliminação das tensões físicas do estresse, um processo que incentiva o praticante a ser parte de seu processo de cura.

"O Yoga Restaurativo traz descanso físico sem requerer movimentos ou esforço muscular. Acalma o sistema nervoso e diminui a ansiedade, cansaço físico e mental, pois as posturas fazem com que o sistema nervoso encontre respostas para que hormônios do relaxamento sejam liberados, explica.
A também instrutora, Malu Raynaud, da Shiva Yoga Shala (São Carlos/SP), concorda e complementa:
"O Yoga Restaurativo pode ser realizado em casa e até na cama”, o que é importante nos casos em que o paciente fica imunodeprimido e, portanto, sujeito a infecções oportunistas.
E diz ainda: "Com o material correto e a orientação de um profissional essas posturas restaurativas podem ser incluídas na rotina do paciente de maneira a melhorar seu sono, abaixar sua pressão arterial e batimentos cardíacos, diminuir níveis de glicose e etc”.

Métodos de relaxamento (Yoga Restaurativo) 

Supta Badha Konasana

Site desenvolvido pela
TBrWeb (XHTML / CSS)
Funjape - Fundação Jaime Pereira
Av. Dr. Paulo de Moraes, 312, Bairro Paulista - Piracicaba - SP
Fone: (19) 3927-4201 e 3927-4204 / 19 9 9737-4201